domingo, 13 de junho de 2010

OS AUTOMOBILISTAS E OS MALOGRADOS CHIPS...

Não não são os chips de tuning para aumentar a potência das viaturas, são mesmo os "outros" tipo big brother...

Não será que os automobilistas aqueles como grupo, que talvez mais contribuam a nivel fiscal para o Orçamento de Estado?
Não serão eles, que através dos impostos ( vários!!!) que pagam, que alimentam de forma relevante o "sistema"?
Não será que o IVA, o ISP, Portagens que pagam ( para circular em estradas de má qualidade ou simplesmente duvidosa!, com traçados estranhos e potencialmente perigosos na sua maioria!) a fatia suficiente para o "bolo fiscal"?

Então para quê, mais esta maldade que lhes estão a fazer?
A obrigatoriedade de um chip, potencialmente crackado como tudo o que é informatizado, podendo por em risco a privacidade dos condutores/contribuintes;
Que apenas contribuirá para aumentar o desemprego específico nessa área ( setor portageiro/cobrança de portagens);
Controlar uma velocidade média ( que será irreal, porque a velocidade pode ser superior à atribuida por lei num determinado local e depois noutra localização, abaixo da média autorizada e o seu valor final não incorrer em contra-ordenação! apesar de ela existir);
Não criar alternativa ao modo de pagamento de quem circule nas estradas onde esse sistema de cobrança for utilizado ( criando novos problemas para quem quer efetivamente pagar!!!);
Aumentar o despesismo do Estado, ao colocar as estruturas necessárias às devidas cobranças e gestão de via ( que possivelmente serão retiradas em consequencia de possivel impugnação!);
Em implementar medidas gesticioanárias que ainda em forma embrionária, estão a causar azia às autarquias e aos utilisadores das vias onde elas serão implementadas ( início de implementação localizado em 3 SCUTs do Norte de Portugal onde as alternativas não existem ou são insuficientes!)...

Não chega o mal que já sofrem os condutores com estradas desatualizadas e de má construção, redes de transportes públicos que não conseguem captar os habituais condutores, os montantes que gastam e que apenas servem de alimento para o "sistema", para ainda virem com mais esta dos chips????

12 comentários:

R. da Cunha disse...

Pensei que V. estava para o Mundial!
Quer uma aposta em como a "coisa" não vai entrar em funcionamento em 1 de Julho? E, depois, porquê só os parolos à volta do Porto hão-de pagar? O IC 9 e a Via do Infante, entre outros, são de borla, porquê? Ou comem todos, ou...

Daniel Santos disse...

em total acordo. Eu que todos os dias uso a A29 até fiquei de boca aberta com os preços.

O Guardião disse...

As promessas esquecidas e os pagamentos para encher a pança dos concessionários são uma constante socrática, mas criar um chip manhoso que alguém (NÓS) vai pagar, para diminuir custos aos que abicham as portagens é o cúmulo. Nem falo do Big Brother à disposição sei lá de quem, que isso é simplesmente vergonhoso, controleiro e inconstitucional.
Cumps

chevalier de pas disse...

Olá Profano,
qualquer dia lembram-se de pôr um cip no metro, lol

bjs

Nuno Raimundo disse...

Boas R.da Cunha...

( Agora ando mais pelo FB)

Bem estou à espera que seja mesmo impugnada tal medida.
Apesar de saber que talvez o seu principo executóro seja o correto , o de utilizador/pagador, acho que neste momento os portugueses já são "massacrados" o suficiente em matéria de carga fiscal, para ainda estarem a pagar mais este imposto encapotado.

Talvez num futuro, não tão longincuo como isso ( mantenho essa esperança), os portugueses atinjam um nivel de vida generalizado, em que seja possivel pagar e custear as estradas em que se deslocam, e falo em estradas, não nas vias em que os nossos veiculos circulam e que muito deixam a desejar...

abr...prof...

Nuno Raimundo disse...

BoAS dANIEL...

Pois, para mais ainda no teu caso em que a alternativa é quase nula e bastante desajustada.
;)
Acho que os preços são impraticaveis, pois as estradas são matéria de custos sociais, logo o Estado sabe bem que não pode "carregar" muito nos preços, caso contrário, estará a penalizar os utilizadores dessas vias invés de os beneficiar pela sua utilização.
Penso eu que a ideia ded quando se constroi uma estrada, é a mesma ser utilizada e não estar quase sempre vazia...

abr...prof...

Nuno Raimundo disse...

Boas Guardião...

Concordo na integra com a sua posição!!!

abr...prof...

Nuno Raimundo disse...

Olá Chevalier...

Os "metros" teem chips de localização, bem não são chips como os que agora querem por nos veiculos, mas algo de muito semelhante.
Mas ainda bem que eles os teem, caso contrário a segurança dos seus utilizadores poderia ser posta em causa, e de uma coisa que os portugueses se podem orgulhar é da segurança dos seus meios de transporte coletivos...
:)

Bjs

R. da Cunha disse...

Eu bem lhe disse que apostava em como a "coisa" não ia entrar em vigor na data prevista.
Você continua na África do Sul e não levou consigo o portátle?

Nuno Raimundo disse...

Boas R.da Cunha...

A falta de tempo é por demais evidente e o tempo que o FB me vai "roubando" também não ajuda...
:)

A ver vamos se quanto ao resto, se tão depressa não entra em vigor...

abr...prof...

Mentiroso disse...

«estradas de má qualidade ou simplesmente duvidosa!, com traçados estranhos e potencialmente perigosos na sua maioria!»

Está aqui há anos, mas embora alguns noticiários tenham falado, ficou-se por aí, como de costume. Parece que já ninguém se lembra para onde foi o dinheiro dos fundos europeus de coesão. Onde está a coesão?

Margarida Rodrigues disse...

Aprecio muito o seu blog. Todos os dias tenho visitado o mesmo e delicio-me com os seus posts. Espero que continue com o bom trabalho.

Cumprimentos

Margarida Rodrigues Fonseca Dias
http://www.europeanemaildatabases.com