quinta-feira, 7 de fevereiro de 2008

EIXO NORTE-SUL (LX)...

Por habitar na zona de Loures, uso diariamente o eixo Norte-Sul por ser a rodovia que melhor me facilita a vida. Mas para uma estrada que foi inaugurada à tão pouco tempo , o seu piso é bastante irregular, pois o seu pavimento é ondulado em grande parte do novo troço.
Assim que entro na saida da C.R.I.L. até Telheiras vou sempre com o meu carro aos “saltinhos”, o que para além de provocar danos na suspenção e folgas na direcção do carro que é recente ( Quem paga o prejuízo, não é?! o do costume!), não é aceitável para uma estrada pavimentada tão recentemente!

Estranho é que os grandes arautos da defesa dos direitos dos lisboetas ainda não se tenham pronunciado sobre esta matéria ( como tão bem abordaram outras). Bem...
Eu até percebo e sei o porquê.
Deram-lhes um pouco de “poder” e eles “calaram-se”.

Agora quero é ver se o seu “silêncio” será apenas temporário ou não...

7 comentários:

Tiago R. Cardoso disse...

Pois considera-te com sorte, piso novo e só saltinhos, eu já vi piso novo e todo rachado...

Domingo...

quintarantino disse...

Olha, olha... e eu que pensava que era só aqui para a parvónia em que moro que as coisas eram assim ... ah, benditos empresários de obras públicas!

NuNo_R disse...

BoAS...

ºTIAGO e QUINTARANTINO...

Mas não se justifica isso ainda tão cedo, se ao menos já tivesse passado o verão ( por causa da dilatação do alcatrão e das juntas metálicas) ou se tivesse havido enormas chuvadas...
Mas nada disso se passou!
Pouparam mas foi no alcatrão e na sua espessura, ou então o mesmo é de baixíssima qualidade.
E parece que isto é mal nacional...

abr...prof...

obs: Obrigado pela dica...

António de Almeida disse...

-O automóvel é a mais eficaz fonte de extorsão do estado aos bolsos dos portugueses. O mau estado dos pisos, advém da utilização de materiais de qualidade duvidosa, por vezes até em troços pagos, como CREL ou A8 entre outras. Mas representa uma pequena parte do saque, depois vêm os impostos, caça á multa e tudo o que a imaginação do polvo estatal conseguir deitar a mão.

NuNo_R disse...

É isso aí...


já não basta depenar os fumadores com os impostos no tabaco, os que gostam de bebericar o seu copito com os impostos sobre o alcool...

e depois naquilo que é realmente importante que são os meios de transporte, ora toma lá. Paga e não bufes...

é a gasolina/gasoleo altissimos, IVA das reparações alto, estradas de m..., portagens a torto e a direito,etc

E o que fazemos?!

Pagamos...e bufamos!

Mas bufamos, pouco...

abr...prof...

António, desculpa a "linguagem", mas este nosso Portugal cada vez me satura mais...

Zeus disse...

Eu vejo todos os dias a CREL!!!
Piso em mistura de cimento com outra coisa qualquer, curvas com dimensões e inclinações absurdas. Terá sido mais um dos projectos do outro??? Do que só assinava???
Destroi-se o dinheiro dos contribuintes para encher os bolsos das, sempre as mesmas, constructoras...

Zeus disse...

Eu vejo todos os dias a CREL!!!
Piso em mistura de cimento com outra coisa qualquer, curvas com dimens�es e inclina�es absurdas. Ter� sido mais um dos projectos do outro??? Do que s� assinava???
Destroi-se o dinheiro dos contribuintes para encher os bolsos das, sempre as mesmas, constructoras...