domingo, 8 de março de 2009

ADEUS KiKo...

Hoje partiste, meu Amigo.
Tú que foste um fiel Amigo e um bom companheiro de Vida.
Eras a companhia dos meus passeios tardios e notívagos pelo jardim e pelo circuito de manutenção.

Tinhas uma sede de viver enorme e mesmo no fim da linha, tiveste uma coragem enorme e uma força e vontade de viver que possivelmente eu não terei.

Conheci-te já tú tinhas 3 anos e eras a fera que todos conheciam; aquele ar doce e meigo era apenas um engano. Se alguém se aproximasse de ti, fosse humano ou não, lá estavas tú para mostrares os teus dentes e latidos a quem quisesse ouvir.

Sempre me ouvistes, sempre me acompanhaste. E quando chegava a casa lá estavas tú à espera e sempre que me vias a tua reação era como se eu tivesse partido para longe e tivesse muito tempo fora e sem te ver. Parecia que cada vez que saia de ao pé de ti, as saudades te apareciam.

Não terei nos próximos tempos essa companhia e espera.

Tão depressa não ocuparei o teu lugar no meu coração e no meu viver.
Foste único entre tantos.

O que mais poderei dizer, sem correr o risco de não te por no altar que tú mereces ocupar.

Depois da operação ( remoção da próstata e deteção de carcinoma) nunca mais foste o mesmo, se já andavas apático ( devido ao falecimento do teu avô) antes, ficaste muito pior depois.
Mesmo sabendo da doença que padecias fizemos o possível para te manter no mundo dos vivos e até a medicinas alternativas recorremos, mas nada! O mal já te corria nas veias e pouco ou nada se podia fazer para mitigar o teu sofrimento.

E esta noite, uma das piores da minha vida, tú partiste para um lugar onde possas repousar o teu corpo cansado da tanta dor.

Adeus KiKo e OBRIGADO por tudo!!!!!!!!!!

PS: O tasco vai estar fechado até ao fim da semana.

PS2: Não me esqueci de vocês, Mulheres. Não tenho é cabeça para escrever algo bonito para vocês lerem.
Feliz Dia da Mulher! Beijos!!!

11 comentários:

SILÊNCIO CULPADO disse...

Nuno

Como eu te entendo. Eu sei o que sofri quando perdi um companheiro de 11 anos. Um cão nunca se cansa de nós e está sempre presente.

Abraço-te com força

Olha e obrigada por lembrares o Dia da Mulher.

alex disse...

Como é duro perder um companheiro
destes,como conheço essa dor.

Um Abraço amigo

Daniel Santos disse...

Aquele abraço.

R. da Cunha disse...

Também sei o que é isso e por duas vezes. Fiquei vacinado e não quero mais.
Um abraço

manuel gouveia disse...

Um vazio, uma memória. Um abraço.

Sónia Gomes disse...

Olá Nuno

Compreendo o que sente! Também perdi há muito pouco tempo a minha cadelinha...Uma excelente companheira e amiga!
Força!

Ná Leão... disse...

Nuno, passei por isso - fez um ano em janeiro - e ainda dói muito a perda do meu filhocão Lucky...

Entendo bem o que podes estar sentindo...

Dez meses depois da partida do Lucky apareceu no meu portão, o "Negão" - abandonado e carente - como eu estava. Hoje ele é meu companheirão - fica grudado ao pé da mesinha enquanto estou no pc... De vez em quando olha pra mim, abana o rabo e volta a descansar, feliz (eu sei) por agora ter um lar.

Meu coração continua sentindo a falta do Lucky, mas agora o Negão está aqui e eu não estou mais tão só...

Coragem!!!

Ná Leão... disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
ajdiogo disse...

É muito duro perder o melhor amigo.
o meu chamava-se NANU.
Já lá vão 4 anos e ainda hoje sonho com ele.
força para ti amigo.

Zé Dias da Silva disse...

Tú? ou tu?

NuNo_R disse...

A TODOS...

MUITO OBRIGADO pelas vossas Palavras de reconforto.