quarta-feira, 25 de março de 2009

PEQUENA REFLEXÃO SOBRE EDUCAÇÃO E PROFESSORES...

Nos dias que correm, a profissão de Professor já não é tão respeitada como anteriormente.
A ver pelos inúmeros casos de agressões aos professores tanto por alunos como pelos seus encarregados de educação e pelo caos que se vai passando em algumas aulas.
A meu ver, nunca se deu o devido valor a tão importante profissão e se reconheceu a mestria e a cultura de quem educa os nossos filhos.
Mas pelo menos antigamente existia Respeito.
“Coisa” estranha para grande parte dos alunos da geração atual.
Não sei se por má formação caseira ou porque interpretam mal o que vêm na TV, nas revistas, na net ou nos jogos que jogam.

Cabe a um professor dar a melhor formação e informação possível aos seus educandos, e para tal, o professor vive em constante formação; prejudicando de certa forma a sua vida particular. Mas ninguém o valoriza mais por isso, nem pais, conselhos diretivos escolares e nem mesmo o ministério da Educação.
Nunca vi tanto descontentamento por parte desta classe como nos dias que correm. Ele são os movimentos particulares, os sindicatos, inclusivé os alunos já protestam pelos seus profs. Estranho não!?

Para quando a sua real valorização e premeio pelo que fazem ao formar os nossos filhos e proporcionarem-lhes a cultura que não conseguimos (por falta de tempo) e informação ( pela falta de formação especifíca em algumas áreas) que não lhes conseguimos dar?

Por este andar quero ver quem desejará ser professor daqui a 15/20 anos.
Quem não se importará ser desrespeitado, humilhado e desautorizado em plena aula?
Quem não se importará em não auferir o vencimento justo pelo seu trabalho?
Quem não se importará de prejudicar a sua familia para ir lecionar para longe da sua área de residência?
Pergunto, quem?!

Qualquer dia, os professores que hoje em dia estão no desemprego e á espera de colocação arranjarão outro tipo de trabalho e levarão a “vocação” para outras áreas que não o lecionamento escolar.

E depois quero ver, depois de tudo que referi e que existe atualmente( infelizmente por parte de um sistema que permite que isso aconteça!), quem serão os professores das gerações vindouras...

7 comentários:

António de Almeida disse...

Só os professores? E polícias? Funcionários públicos? Juízes? Alguém? Só se forem actores e futebolistas...

NuNo_R disse...

Boas antónio...

Apenas mencionei os profs, porque acho que de certa forma devevm ser um pouco mais enobrecidos que as demais profissões, por mais que as outras tb sejam importantes.
Apenas porque os profs formam os alunos, educam-os, prejudicam as suas vidas em prole dos filhos dos outros e quase sempre são marginalizados no fim de contas.
Não são respeitados nemlhes dão o seu real valor. São pessoas cultas e nobres de espirito e no entanto quase ninguém lhes dá o valor devido.
Foi por aí a minha reflexão.
é claro que a poderia estender tb a outraas profissões que são subvalorizadas tais como a policia,bombeiros... onde para além de umenorme profissionaçismo pouco valorizado pela sociedade, são profissões de "vocação"...

sbr...prof... bfds

manuel gouveia disse...

O que está aqui em casa é o desmantelamento das estruturas sociais que servem o povo.

Se eu puder pôr os meus filhos no Colégio Alemão, até dá jeito promover uma escassa elite à custa de um ensino público miserável!

É o regresso da sociedade medieval e Sócrates é o rei!

Alexa disse...

Profano
tenho um filho.Rapaz de 15 anos que frequenta o 10º Ano de escolariedade,
da escola Gama Barros no Cacém.
Quis seguir desporto, mas claro não para ser professor de educação fisica. Porque até ele percebe como os professores são maltratados, às reuniões de pais deixei de ir tenho 2 reuniões por período com o director de turma em particular e se precisar de falar com um professor especifico marco uma hora .Os professores estão sempre receptivos .
Uma profissão pilar da sociedade porque formam filhos que serão pais e avós, porque formam médicos ,arquitectos , PM ,PR , juizes e bombeiros .Como é possivel serem maltrarados por alunos ,pais ,governantes.Nestas minhas reuniões em que participo só encontro pessoas cultas que querem dar o seu melhor,que gostam de lecionar e que querem o melhor para os seus alunos .Mas que com turmas de 25 alunos onde os mais novos tem 15 e os mais velhos 20 é complicado ensinar é complicado aprender..
Um pequeno aparte na escola do meu filho pelo menos uma vez por semana a polícia é chamada,não dentro da escola mas por alunos que se envolvem com drogas, em pancadaria etc , à porta da escola.
É claro que os professores são os primeiros a bazar claro...E claro também que o segurança que é só um fecha-se na sua casinha e chama 112. Que mais podem fazer . Quem os pode censurar ??
É claro que eu não tenho hipotese nenhuma de pôr o meu filho no Colégio Alemão, . Realmente ao PM dá jeitão promover elites.Completamente de acordo com o Manuel Gouveia . Neste país de elites em que o fosso é cada vez maior entre ricos e pobres.É importante para o Sócrates e quadrilha & ter um país de
incultos analfabetos.

Alonguei-me demais mas este assunto é de extrema importância.
voltarei
um abraço
e uma boa semana

Alexa disse...

Obrigada pela escolha da música.


abraço

NuNo_R disse...

Boas manuel...

O problema é ess mesmo.
A plebe estuda num lado, os ricos e endinheirados noutro...
Faz me lembrar as estória do contentor onde davam aulas a ciganos...
:(

abr...prof...

NuNo_R disse...

OlÁ alexa...

Bem Vinda. :)

Esse caso que abordas é mais um entre centenas que vão existindo, mas em que nada se pode fazer sem o devido auxilio das autoridades competentes. Sejam elas o ministério da Educação ou da Administração Interna.

é de louvar é a paciência que os professores ainda vão tendo no meio disto tudo...

Bjs