sábado, 7 de março de 2009

SE FOSSE ASSIM, NÃO ESTAVAM TANTOS NA CADEIA...

Gostei do que li nesta notícia.
Se na realidade, cada vez que alguém vai preso, trabalhasse efetivamente na cadeia para se regenerar e se tornar útil para a Sociedade Civil, aprendendo com os seus erros, estaríamos a viver numa sociedade ideal.
Mas não é também difícil a sua realização, basta alguém o assim querer.
Bastariam ser criadas leis que adaptassem o código e o sistema penal para que se fizessem as alterações necessárias para que isso acontecesse.
Por os presos a trabalhar e a justificar a sua alimenteção, roupa e afins, que saem sempre dos bolsos daqueles que eles prejudicam, que são os contribuintes, logo todos nós; talvez para a próxima vez que cometessem um crime ou algoílícito, pensariam duas vezes antes de o fazer.
Mas não, hoje em dia, ou não são presos ou são punidos com penas suspensas e mesmo aqueles que vão cumprir pena para uma cadeia, levam uma vida descansada no interior da mesma, teem recreio, alimentação a tempo e horas e atividades que os ajudam a passar o tempo em que estão privados da sua liberdade.
Cá fora, quem trabalha e cumpre com as suas obrigações e cidadania ainda tem de sustentar estes moinantes...

9 comentários:

A. João Soares disse...

As cadeias são hotéis, centros de estágio, escolas de crime, onde cada um aprende os truques dos mais experientes.
O que este post preconiza já está a ser experimentado em algumas prisões portuguesas, principalmente de mulheres em que trabalham em bordados e tapetes, produzindo e ganhando e aprendendo artes que depois lhes serão úteis.
Trata-se de dignificar a pessoa, com humanidade e ajudando a recuperação de cidadania.
Um abraço
João Soares

Daniel J Santos disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Daniel Santos disse...

estou a tentar imaginar alguns senhores de enxada nã mão.

manuel gouveia disse...

O Objectivo não é castigar mas recuperar os cidadãos para a sociedade! Claro que um programa de reintegração passa pelo trabalho e pela qualificação, qualificação para o mercado de trabalho.

O tempo de privação de liberdade faz parte desse processo de maturação.
Isto pelo menos para os crimes que não são de sangue.

Blondewithaphd disse...

Olha, adorei a palavra "moinantes"!!!:) Quanto ao sistema prisional que temos... pois... no comments! Acho que já tocaste no ponto.

NuNo_R disse...

Boas A.João...

Assim é que devia acontecer.
Trabalharem para saber dar valor á liberdade que tinham cá fora, e trabalhar porque nada na Vida se obtém sem trabalho...

abr...prof...

NuNo_R disse...

Boas Daniel...

Nos EUA é bastante usual vermos essa imagem. é pena cá em Portugal só em alguns regimes de detenção, vulgo Regime Aberto é que é habitual se verem alguns detentos andarem a limpar ruas.
é sempre bom porque se tornão úteis à Sociedade bem como aproveitarem um pouco o fato de estarem fora-portas...

abr...prof...

NuNo_R disse...

Boas Manuel...

Concordo com a sua opinião na íntegra.

Quanto aOs crimes de sangue, devem eles ser melhor estudados, as suas causas e as sua consequencias.
abr...prof...

NuNo_R disse...

Olá blondie...

ainda bem que te divertiste eheh

Infelizmente é o que temos...
:(

abr...prof...