terça-feira, 20 de fevereiro de 2007

AGORA É QUE SÃO ELAS, A “EMEL” JÁ MULTA E A SÉRIO!!!

Agora é que isto vai ser giro. No 1º dia (ontém) em que entraram em funções 50 novos fiscais (e credenciados pela D.G.V.) foram bloqueadas 122 viaturas e rebocados 15 veículos (fonte: Correio da Manhã). Não critico quem faz bem o seu serviço! Espero é que não haja abusos devido a estes novos “poderes”. Pois se a falta de zelo é grave, o zelo em excesso mais grave é ainda! O problema que se põe é que vamos assistir a mais uma desorganização no meio de outras tantas que existem, em que não saberemos quem vai desautorizar quem?! Se a PSP, a PM ou a EMEL?! E qual “autoridade” terá o “voto” final . Isto vai ser o Caos! Espero é que os Sindicatos de Polícia, o Ministério da Administração Interna e a Cam. Mun. de Lisboa se entendam para que no fim não sejam penalizados os condutores e cidadãos de Lisboa e do País. E em jeito de observação, estes novos Fiscais estão em estágio e a aprender com a PM. Não sei se será Bom ou Mau...

4 comentários:

Ricardo disse...

Viva,

Realmente não sei como está a ser feita a organização das hierarquias e da logística mas dou um voto de confiança à iniciativa. Cidades como a que moro, o Porto, fica constantemente bloqueada pela quantidade de veículos mal estacionados. Basta um automóvel mal estacionado para, nas ruas estreitas do Porto, bloquear um autocarro e, logo, todo o trânsito.

Depois são carros por cima dos passeios, em segunda fila, em todo o lado... é fonte de diminuição da qualidade de vida e de muitos acidentes. E, por isso, concordo que se combata esta falta de civismo com "mão de ferro".

Abraço,

O Profano disse...

Boas caro Ricardo.
Concordo também com estas medidas desde que sejam encaradas como uma ajuda para a regulação do tráfego e do trânsito citadino.Pois em Lisboa como em qualquer cidade, o problema do estacionamento desorganizado é uma questão bastante importante e que deve ser tomada em consideração pelas autoridades competentes. O que temo fundamentalmente é que com esta promiscuidade de funções, nós cidadãos não sabermos quem de facto irá ser o beneficiado com isto tudo, se a Câmara com a entrada de mais este dinheiro provindo das multas, se a EMEL porque consegue mais uma fatia do mercado, se eventualmente as polícias (PSP e PM), pois ficaram mais leves nos "poderes" e nas preocupações. É contra esta confusão é que eu me debato.Pois tudo o que vier para beneficiar o cidadão tem a minha aprovação! E muito me custa esta medida, ui se custa...

Pedro Farinha disse...

Um dos grandes problemas nacionais é a ausência de fiscalizaçao eficaz.
Um país onde a fiscalização funcione bem, leva a que tudo o resto seja forçado a funcionar igualmente bem (desde que a justiça também funcione, é claro), no entanto em cidades como Lisboa, que em certos bairros não existe espaço para estacionar os carros de quem lá mora, um fiscalização a sério pode trazer ao de cima uma realidade encapotada e começar por trazer dificuldades acrescidas aos cidadãos.

O Profano disse...

Saudo o meu caro Pedro!
Este ponto que focou é de relevante importância. Pois o estacionamento nos bairros mais antigos (dou como exemplo em Lisboa, o bairro de Alfama, Graça, Mouraria e Bairro Alto),em que até os próprios residentes têm graves problemas para aparcarem os seus veiculos (nestes bairros, até as motas têm problemas de estacionamento). Criaram-se Silos de Estacionamento em alguns destes locais, mas os mesmos estão desfasados em relação á realidadde local, pois os acessos são maus, a quantidadde de lugares são pequenas e o valor pago pelo estacionamento é caro, o que com estas condições vai "facilitar" o estacionamento desorganizado. A questão da Fiscalização também é importante, pois não basta fiscalizar somente. As Autarquias deveriam em 1º lugar solucionar estes problemas, e não só tentar como demonstram.Aí sim, depois de tudo "composto", faria todo o sentido em serem repressivos com quem não respeita-se as regras.
Mas existe outro Problema que é também o Bom-Senso dos Condutores. Porque a atitude que o condutor toma ao estacionar mal o veiculo também é importante, e penso que seja para essa atitude que neste momento se estão a virar as Autarquias com a aplicação de coimas mais altas e fiscalização intensa. Abraços!