terça-feira, 22 de maio de 2007

15.000 BAIXAS FRAUDULENTAS!!!

Tantos que se encontravam "doentes" e que um momento para o outro ficaram saudáveis...
Terá sido algum milagre?!
Convém é ser estudado o facto, pois se existiam doentes fraudulentos, foi porque alguém passou as falsas declarações de doença...

6 comentários:

Alma Nova disse...

Será que serão todas tão fraudulentas assim, ou resultarão apenas das más condições de trabalho que ninguém "lá de cima" quer ver e assumir, fazendo assim pressão sobre os seus agentes de inspecção para que mandem as pessoas retomarem o emprego?! E as outras...aquelas que nem baixas fraudulentas chegam a ser, mas que são reais ausências ao serviço de quem tem um ou mais "tachos" arranjados pelos amigos, padrinhos e afins, em que ganham muito acima da média de qualquer português normal?!

O Profano disse...

O que disseste é uma verdade que nem sequer consigo comentar tal o realismo da mesma.

bjs

Maria disse...

Cenas Fraudulentas? Hummm...
E que tal uma pesquisa nas vidinhas dos meninos lá para os lados de S. Bento?
Acho que iria resultar em novas eleições, mas aí lá teriamos de novo um problema: "Quem vigia quem?"
Beijitos

O Profano disse...

Por principio deviam ser os cidadãos a "vigiar" os seus representantes na Assembleia da República, mas como todos sabemos, os cidadão estão preocupados demais em levar a sua vidinha descansada, trabalhar, comprar um carrito melhor, um plasma, leitor de Dvd, consolas de jogos, etc...
Assim como podem vigiar quem deveriam?! Nunca. é claro.
bjs

Samir Machel disse...

O exemplo vem mesmo de cima.

E a falta de moral para fiscalizar o resto da malta...

O Profano disse...

essa é que é essa.
muitos deles deixam a moral em casa quando vão para a assembleia, uns perdem-na, e outros lamentavelmente nunca a tiveram.

Abr...Prof...