quarta-feira, 23 de abril de 2008

TRATADO DE LISBOA...

É hoje referendado por via parlamentar o "Tratado de Lisboa".
Muito este tema foi debatido, mas continuo com o "nariz torcido" para ele.

7 comentários:

Tiago R Cardoso disse...

Um livro só para elites, o povo que vá ler um jornal desportivo, que é muito mais interessante.

António de Almeida disse...

A última esperança é o referendo na Irlanda.

O Raio disse...

Na página do Primeiro-Ministro vem o texto do discurso que fez na Assembleia sobre o Tratado de Lisboa. Copiei-o para o meu blog (Cabalas) porque é um discurso espantoso, farta-se de falar nas vantagens do Tratado para a Europa mas não refere uma única vantagem para Portugal.
Fica-se sem saber se aquele tipo foi eleito pelo povo português para defender os seus interesses ou não passa de um criado contratado pela Angela Merckel e outros para defender interesses que não são nossos.

Se ainda houvesse o crime de traição é evidente que Sócrates e a cambada de deputados que votaram "Sim" e tiveram a lata de, no fim, aplaudir de pé, seriam culpados deste crime.

R. da Cunha disse...

É a vida, como diria o Tonecas. E se a Irlanda disser não?

NuNo_R disse...

BoAS TIAGO...

A culpa tb é um pouco da maioria do pessoal.
A malta só gosta de saber o que faz o vizinho e o que dá na novela das 21h; e depois acontecem "certas coisas", não é?!

Mas tb a escrita deste Tratado ém complicada de se ler...

abr...prof...

Boas antónio...

Tou nessa.


abr...prof...

NuNo_R disse...

BoAS RAIO...

ESSE é que é o problema e ele não fez mais que izer a verdade. disse que a vitória é e tão somente para a Europa. :(

abr...prof...

Boas r. da cunha...

Se disser não, tentaram dar a volta ao texto ou aos irlandeses... ;)


abr...prof...

dorfinho disse...

O Tratado de Lisboa foi redigido com uma linguagem técnico-jurídica complexa, não sendo acessível à maioria da população, o que deixou muita gente ambígua.