quinta-feira, 31 de janeiro de 2008

QUANTO VALERÁ UMA VIDA HUMANA?!

Tenho assistido incólume à sucessão de notícias que vão passando na t.v. sobre atentados, desastres naturais e mais recentemente sobre este caso passado na linha de Sintra onde dois jovens foram baleados mortalmente por outro jovem das suas idades.

Será que existe uma banalização da “Morte” em si?
Que os “casos” vão sucedendo sem que nos afecte minimamente até nos “bater à porta”?
Qual será o valor de uma vida humana?
É esta a questão que ultimamente me tem “abanado” a mente.
Será muito, pouco ou nada.

Muito se poderia dizer sobre isso e para cada um a sua vida valerá que a dos demais, não é?!
No que toca a estes temas, somos sempre um pouco egocêntricos e não nos
preocupamos com outrém.
Mas ainda bem que isso não é generalizado senão este mundo não “ía para a frente”.
Mas tem-me feito alguma confusão esta banalização que os media dão às coisas.
Parece que só a “Morte” vende.

No que respeita aos miudos da linha de Sintra, pelo que me parece, o assassinato deveu-se ou a um roubo de um chapéu ou um arrufo de namorados. Será que isso valeu o que se passou a seguir?
É claro que não.
Três jovens ficaram com a vida estragada, dois porque faleceram e o outro porque concerteza irá passar o resto da sua juventude e uma parte importante da sua maioridade preso.
O que não faz sentido perante a vida que teriam à sua frente e o que poderiam ter sido.
Esta juventude não terá nada melhor que fazer do que andar por aí em bandos e a criar desacatos?

Estou cansado de assistir a estas cenas de gangues e bandos que não sei mais o que dizer sobre o assunto, o que me remete à pergunta do post, “Quanto vale uma vida humana”?

7 comentários:

Tiago R. Cardoso disse...

Sinceramente é um conceito, o valor da vida, que tem vindo a ser menos guardado, o desrespeito, a falta de valores, etc , é de facto preocupante.

quintarantino disse...

Infelizmente penso que também nesse domínio se atingiu o grau máximo de liberalismo.

E, como tal, uma vida humana não vale nada. São as mortes que refere, são as crianças vítimas de abusos sexuais inconfessáveis, as mulheres vítimas de tráfico sexual... mas tudo nos passa ao lado, enquanto não nos bate à porta de casa ou do vizinho!

Blondewithaphd disse...

Disseram-me numa respeitada e respeitável (?!) seguradora que vale cerca de 35.000 euros!

FERNANDA & POEMAS disse...

Olá querido Nuno, deixo-te muitos beijinhos de carinho e amizade.
Fernandinha

NuNo_R disse...

Boas...

º tiago...

Penso que será por aí, pela falta de valores que esta fgeração actual tem e que muito cul+pa temos nós que pertencemos a gerações anteiores que tb não os sabemos transmitir da forma mais correcta para serem apreendidos pelos mais novos...

º quint...

Já é tudo tão banal que quase nem ligamos se as mortes são em África, na Ásia ou noutro sitio qualquer...

O que é semmpre errado. Mas é a nossa atitude habitual e tudo por culpa do desvirtuamento que davmos à Vida.


º fernanda...

És sempre bem vinda.
Agradeço e devolvo os beijinhos ;)




Bjs ABR...PROF...
º "blondie"...

Nem consigo comentar...
Gostava era de saber qual é para não fazer lá nenhum seguro eheh

Obs: Não é preciso publicita-la, apenas estava a ironizar como o ridiculo valor com que tabelam a vida humana.

António de Almeida disse...

-Nuno, tenho seguros que avaliam a minha vida em menos, e outros em mais, depende do valor pelo qual a segurei, e nestas matérias gosto de ter o meu capital disperso. Mais a sério, enquanto a sociedade não decretar tolerância 0, e guerra sem quartel á marginalidade, estes casos continuarão a ocorrer.

NuNo_R disse...

Isso é bem verdade.
Enquanto o pessoal for agindo impunemente, este tipo de criminalidade não acabará nunca...

ABR...PROF...