quarta-feira, 21 de março de 2007

OTA OU OTA(RÍCE)...

Fará realmente qualquer sentido a construção de mais um aeroporto na zona de Lisboa, enquanto o que existe ainda não está saturado e a estar vai levar ainda um bom punhado de anos a saturar? Existem várias bases militares que têm pouco uso e deveria-se rentabilizar estes espaços para voos domésticos ou voos particulares. Devía-se melhorar as suas infra-estruturas invés de se fazer um aeroporto de raiz, que será sempre mais caro. Se o panorama económico nacional fosse outro, aplaudiria a construção do novo aeroporto, mas face á situação de contenção de despesa que existe, tenho a certeza que esta medida é despesista e prematura. E será a Ota o local ideal? Um local que fica a cerca de uma hora da capital do país e de duas horas da segunda maior cidade, será o melhor sitio para a sua localização? E as condições rodoviárias a construir serão as necessárias? O tráfego aéreo justificará tal construção e nesse local? E interesses imobiliários, onde estão? Cá estarei eu para ver o que realmente se passará e o tempo me dirá se tenho razão quanto ás afirmações que faço...

2 comentários:

missixty disse...

Há coisas com muita mais prioridade sem dúvida!
beijos miss

O Profano disse...

oLá miss...
Existem várias coisas bem mais importantes, os hospitais, a rede de transportes publicos, as estradas, um sem fim de coisas. Mas a principal é baixar o défice, mas não é a construir aeroportos que ele vai baixar, ai não é não...
Bjs