quarta-feira, 11 de abril de 2007

APOLOGIA DE SÓCRATES (PARTE II)...

Depois de ouvir falar José Sócrates na RTP1, fiquei na mesma. Para além de não ter trazido nada de novo e que já não se soubesse, os jornalistas também não conseguiram “puxar” o suficiente pelo seu entrevistado (notou-se claramente que eram jornalistas da antena pública, para pena minha). O que se mostrou foi uma sessão de esclarecimentos algo vagos, pois ora se lembrou de alguns episódios para depois aproveitar o tempo já passado para justificar esquecimentos... E papeis... Papeis haviam muitos de ambas as partes envolvidas no debate, mas seriam correctos e verdadeiros? Sócrates deu a entender que sim (?), através das suas explanações...
Nas questões governamentais também não houve nada de novo e somente do mesmo...
O que em jeito de conclusão me faz pensar que Sócrates até pode ter contado a verdade mas que a dúvida continuará a pairar no ar e a mancha ficará para sempre no seu currículo, ficará...Vamos ver é se a mancha será pessoal ou se depois se tornará governamental...

6 comentários:

Maria disse...

Muito sinceramente...a mancha neste País já há muito tempo que faz parte do nosso quotidiano, vivemos com ela talvez com a passividade da habituação da sujidade, ou não!
Por muito que falem, que se tentem justificar...os seus actos de covardia pura e desinteresse pelos portugueses é mote, por isso talvez se tivessem um pingo de vergonha...simplesmente batiam ao de leve com a porta e deixavam aos portugueses a decisão de quem deveria tentar dar um rumo correcto a este país...mas será que isso irá acontecer?
Beijitos
Maria

Menino Mau disse...

os jornalistas estavam borrados de medo..pudera..a entrevistar o patrão!|!

O Profano disse...

Olá Maria...
Gostaria de te dizer que sim mas estaria a enganar-te. Esta gente não se importa com quem lhes mantem o tacho, que somos todos nós , os Portugueses...
bjs

O Profano disse...

bOAs Menino Mau...
Aquilo mais parecia uma cena teatral em que as perguntas e respostas nem precisaram de ser treinadas, pois saíam com uma fluência espantosa...
Mas se esta encenação foi para calar os rumores, penso sinceramente que não o irá fazer, pois muitas das duvidas e questões nem foram colocadas para serem respondidas, mas se calhar tambem não interessava...
Abraços Profanos

FT disse...

Da antena pública? Mas acredita-se que os da privada são independentes ou alinha no anti-público?

O Profano disse...

BoAs FT...
Para além de não ter nada contra os Media privados e os públicos, considero que foi de mau tom o primeiro-ministro usar um canal do estado para fazer a sua apologia; pois assim parecia mais o papel do patrãozinho a tentar dar a volta aos seus empregados.Só por isso preferia que se tivesse utilizado os medias privados.Pelo menos sempre dava ideia de isenção no debate sobre a matéria em questão.

Abraços Profanos