domingo, 30 de setembro de 2007

TEMPORAL...

Ouvi á bocado na SIC Notícias numa reportagem do Jornal das 21H00, o Presidente da Câmara Municipal de Loures, Carlos Teixeira, a falar sobre o culpado das inundações que aconteceram hoje.
E ele soube apontá-lo bem: O Tempo!

Pois, mais vale culpar algo ou alguém que não pode ser processado em tribunal por não garantir a limpeza de sargetas, esgotos e demais infraestruturas que poderão prevenir estas situações.

Isto lembra-me o que se passa em Portugal com os Incêndios Florestais; Só se limpam as matas e florestas quase sempre depois dos primeiros fogos.

Neste país a culpa morre sempre "solteira"...

13 comentários:

bjecas disse...

Também vi esse pobre autarca, furioso com S.Pedro. É pôr uma acção a esse divino sacana.
É só rir, para não chorar.

\m/

O Profano disse...

LoLoL

O Profano disse...

pOIS CHORAR não é muito aconselhável, não vá a coisa alagar ainda mais...


abr...prof...

Tiago R Cardoso disse...

Finalmente temos alguém neste país, ainda por cima autarca, que acredita que existe sempre um culpado para tudo, um exemplo raro de postura politica.

sniqper © disse...

Tudo serve de desculpa para a incompetência, realmente.
Acho que esses tão desgastados autarcas e similares, deviam de facto levantar um processo ao S.Pedro e a todos os outros que provocam estas situações, afinal que raio de direito têm eles de largar temporais para cima de nós...
Ou será que a "porcaria" é tanta neste país que já nem as sargetas aguentam tal caudal?

Filipe Tourais disse...

PEço desculpa, não tem nada que ver com o post, mas gostaria de vos deixar também o repto que deixei em http://opaisdoburro.blogspot.com/2007/10/uma-causa-de-todos.html

Abraço

O Profano disse...

Boas tiago...

E ainda por cima este o autarca do local onde resido.
Já estou a ver o que acontecerá se a Natureza continuar a fazer das suas...
Este sacudirá sempre a "água do seu capote"...

OBS: e é este senhor que tem o pelouro da proteção civil.
E leva-a á letra.
Se calhar não o informaram que isso da proteção civil, também é proteger as pessoas das agruras da Natureza.


abr...prof...


abr...prof...

O Profano disse...

BoaS sniqper...

Deve é ser tanta a porcaria que nos envolve e que existe, que depois as sargetas não a conseguem escoar...

Mas isso eles também resolvem, aumentam o tamanho das sargetas, para aumentar ainda ais a porcaria.
Limpá-la é que não...

abr...prof...

O Profano disse...

Boas filipe...

vou visitar-te...


abr...prof...

Goncalo disse...

Até tenho esse senhor em boa conta, mas é um facto que não foram declarações propriamente felizes. Se é certo que a zona de sacavém afectada pelas chuvas "está a jeito" para inundações, é um facto que isso só aumenta as responsabilidades das autoridades para que tomassem as devidas medidas. Isto porque já se sabia há alguns dias que ia chover forte e feio no fim-de-semana.

O Profano disse...

Boas gonçalo...

Ás vezes custa-me assistir a este tipo de situações, onde o Homem se podia e deveria prevenir, mas que nada faz.

Então não era para os serviços camarários terem durante a época do Verão limparem as sargetas e ser construido alguma infraestrutura que protegesse os habitantes de areas potencialmente inundaveis, como esta da baixa de Sacavém...

Masé sempre mais fácil culpar o tempo.

Antigamente não existiam culpados, Agora culpa-se o inculpável...


abr...prof...

A. João Soares disse...

É incrível que Loures ainda não tenha um sistema de evitar estas inundações Há cerca de 50 anos houve graves inundações na baixa de Odivelas-Frielas e nas encostas das bacias dos afluentes do Trancão. Deviam ter sido retiradas as convenientes lições. Em 1990 foi criado o serviço municipal de Protecção Civil mas não o dotaram de meios de planeamento e estudo para elaborar um esquema de prevenção eficaz.
Agora culpam S. Pedro por um caso que final só afectou Sacavém e não houve mortes.
Quando assistiremos a um responsável confessar a sua negligência e demitir-se? Jorge Coelho fê-lo quando caiu a ponte de Entre os Rios.
Abraço

O Profano disse...

isso será muito dificil acontecer.
O Jorge Coelho demitiu-se somente para reforçar a sua imagem dentro do PS e na politica portuguesa.

Mas de facto em autarquias onde poderão existir situações em que a Natureza possa fazer das suas, os serviços de proteção civil deviam ter planos ou estrategias montadas para socorrer quem é prejudicado pelas intempéries.
E fazer uma manutenção e limpeza eficaz dos sistemas de escoação de águas, sejam sargetas, caneiros ou o leito dos rios, neste caso do Trancão.


abr...prof...